Proteja seu dinheiro da inflação com previdência privada

Saiba como proteger seu dinheiro da inflação com previdência privada e todos os benefícios que esse investimento pode oferecer.

A inflação é o aumento geral dos preços de bens e serviços na economia. Quando o índice está em alta, há uma redução do poder de compra do consumidor. Como consequência, o dinheiro guardado também tem seu poder de compra reduzido.

Mas saiba que é possível proteger seu dinheiro da inflação através de investimentos inteligentes. A seguir, explicaremos como a previdência privada pode te ajudar a ter seu poder de compra protegido.

Vamos lá?

Você sabe o que é previdência privada?

Para começar, se você ainda não conhece a previdência privada esse é um investimento que pode ser usado para muitos objetivos, como para complementar a aposentadoria, para construir patrimônio, para realizar sonhos, entre outros.

Trata-se de um investimento indicado para objetivos a médio e longo prazo, onde você investe em fundos de investimento de previdência privada e todo o capital é gerido por um gestor especializado.

Por causa de todas as vantagens que esse investimento oferece, como os benefícios fiscais e a sucessão patrimonial facilitada, a previdência privada tornou-se alvo de investidores com diferentes objetivos financeiros e não se limita apenas ao complemento da aposentadoria.

Conheça os planos previdenciários

Na previdência privada, há dois planos previdenciários que o investidor pode escolher ao fazer seu investimento. Cada um desses planos possui características específicas, assim como benefícios fiscais únicos. Conheça os planos previdenciários e para quem eles são indicados:

VGBL

O Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) é um plano previdenciário indicado para pessoas que fazem a declaração do Imposto de Renda (IR) no modelo simplificado, já que esse plano não conta com dedução fiscal. 

No entanto, a grande vantagem em investir no VGBL é que o IR não incide sobre o valor total, que inclui as contribuições e rendimentos. O Imposto de Renda incide apenas sobre os rendimentos do seu investimento. Muito legal, não é?

Embora esse plano seja indicado para quem faz a declaração simplificada do IR, há uma situação em que pode fazer sentido investir em VGBL e fazer a declaração completa, que é quando o investidor deseja investir mais do que 12% da sua renda em previdência privada. Isso porque o PGBL, que vamos falar logo a seguir, deixa de ser vantajoso, pois perde a sua dedução fiscal.

PGBL

O Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) é o plano previdenciário indicado para quem faz a declaração do Imposto de Renda no modelo completo. Isso porque esse plano conta com um benefício fiscal muito interessante, que é a possibilidade de deduzir até 12% da renda tributável anual

De forma simples, com esse benefício fiscal o investidor paga um valor menor de IR a cada ano. É o mesmo que ocorre na dedução de educação, de despesas médicas e outras deduções possíveis.

Alguns investidores ainda aproveitam essa dedução do IR para aplicar um valor maior no plano de previdência. Como consequência, o valor acumulado aumenta ainda mais do que foi projetado. 

No momento do resgate do investimento, o Imposto de Renda incide sobre o valor total, incluindo as contribuições e os rendimentos.

Como funciona a previdência privada na prática?

Para entender como funciona a previdência privada na prática, trouxemos um guia com os principais termos utilizados neste investimento e a definição de cada um deles. Acompanhe a seguir quais são esses termos, o que eles significam e como é o funcionamento da previdência privada:

Termos importantes para entender a previdência privada; Fases: Fase de acumulação e fase de benefício; Perfil de investidor: Perfil conservador, moderado e arrojado; Taxas: Taxa de administração e taxa de carregamento de entrada e saída; Tributação: Tabela progressiva e tabela regressiva.

Fases

O primeiro termo que você vai ouvir muito em previdência privada são as fases. Isso porque esse investimento é dividido em duas fases diferentes, sendo elas: acumulação e renda.

A fase de acumulação, que é a primeira desse investimento, consiste em acumular a quantia necessária para atingir o objetivo pretendido. Nesta etapa, o investidor realiza contribuições que podem ser mensais ou esporádicas. 

O mais importante é que nessa fase o investidor faz seu capital aumentar e conta com os juros e rendimentos dos ativos ao qual o dinheiro foi investido, para juntar dinheiro ainda mais rápido.

E quando o investidor alcança seu objetivo financeiro, ele chega na fase de renda, que é quando começa a usufruir do seu investimento. Nesse período, o investidor pode resgatar o valor total, parcial ou até mesmo receber seu investimento através de uma renda mensal que será paga até o fim da sua vida, podendo ainda ser passada como “pensão” aos seus beneficiários. 

Em resumo, na previdência privada, o investidor realiza contribuições para acumular o capital desejado e, ao atingir esse valor, ele escolhe o tipo de renda que preferir. Por isso, investir em previdência privada é uma ótima forma de juntar dinheiro e se manter disciplinado nesse objetivo.

Perfil de investidor

Outro ponto importante de investir em previdência privada é conhecer os diferentes tipos de investidores. Saiba que existem três perfis de investidores e cada um deles detalha a forma como os investimentos devem ser aplicados. 

O perfil de investidor conservador, por exemplo, define os investidores que não estão dispostos a correr risco. Para esses investidores, é mais vantajoso ter rendimentos pequenos, porém seguros, do que investir em ativos mais arriscados que podem gerar mais lucro.

No perfil de investidor moderado, os investidores aceitam correr certos riscos, mas ainda dão preferência para investimentos mais seguros. É o típico perfil de quem gosta de diversificar a carteira de investimentos e fica no meio termo na questão de correr riscos e ter bons rendimentos.

Já o perfil de investidor arrojado, define os investidores que almejam grandes rendimentos, mesmo que isso resulte em correr mais riscos. São investidores que preferem investimentos mais rentáveis para alcançarem seus objetivos financeiros. 

Entender o seu perfil de investidor é muito importante para escolher investimentos adequados ao seu objetivo. Na previdência privada, você pode escolher fundos de investimentos que atendam o seu perfil, com ativos mais seguros ou mais arriscados. 

Taxas

Na previdência privada, você também encontrará taxas que podem ser decisivas na hora de escolher o melhor plano para investir. A primeira delas é a taxa de administração, que tem como objetivo custear as despesas de administrar o seu capital investido no fundo.

Em alguns planos, você também encontrará a taxa de carregamento de entrada e saída. Nesse caso, saiba que a taxa de carregamento é considerada abusiva, pois não faz sentido você ter que pagar para investir e para resgatar o seu dinheiro.

É muito importante que você avalie as taxas cobradas antes de investir seu dinheiro em previdência privada, pois existem ótimas opções no mercado que não cobram taxas abusivas e que possuem valores reduzidos, como a Saks. 

Na Saks, você não paga taxa de carregamento e nem precisa se preocupar com taxa de administração, pois o valor é justo e reduzido!

Leia também: Previdência privada: como funciona e como investir

Tributação

Você também precisa conhecer a tributação da previdência privada. Saiba que esse investimento possui duas tabelas de tributação que podem ser aplicadas de acordo com o plano previdenciário contratado. 

Uma delas é a tabela progressiva, que é aplicada da mesma forma como ocorre nos salários, por exemplo. Nesta tabela, há uma lista com alíquotas que aumentam com base no valor recebido. 

Isso significa que a alíquota que você pagará ao receber uma renda mensal do plano varia de acordo com o valor recebido.

Essa variação vai de zero, para o caso das rendas isentas, até 27,5%. No entanto, é importante considerar que é preciso ter como base a renda total do investidor, isso inclui o seu benefício do plano de previdência e suas outras rendas, como aposentadoria do INSS, rendimentos de outros investimentos, ganhos decorrentes de aluguel de imóveis e outros.

E há também a tabela regressiva, que é a mais adequada para os investimentos de longo prazo, pois a alíquota reduz com o passar do tempo pelo qual o investimento é mantido. 

Nesta tabela, a alíquota pode chegar a apenas 10%. É uma tributação bem baixa para investimentos como esse. Mas é importante considerar que se o investidor precisar resgatar o dinheiro antes de chegar nessa alíquota, que é depois de 10 anos de investimento, pode ser que essa opção não seja tão vantajosa.

Também é importante considerar que na tabela regressiva a alíquota é definida sobre cada aporte. Portanto, mesmo que os primeiros aportes tenham alcançado mais de 10 anos, os últimos ainda podem ser muito “jovens”. 

Portanto, se o investidor resgatar seu investimento, ele terá que pagar uma tributação mais pesada, por causa desses aportes mais recentes. Até 2 anos de investimento a alíquota de Imposto de Renda (IR) na tabela regressiva é de 35%. 

Por que a previdência privada é uma boa opção para proteger o seu dinheiro da inflação?

Como driblar a inflação com previdência privada? Os fundos previdenciários costumam ter juros maiores que a inflação, por isso o seu dinheiro não perde valor de compra ao longo do tempo.

Até aqui, já deu para perceber que a previdência privada é um bom investimento, principalmente para objetivos de longo prazo. Mas ela ainda pode te ajudar a proteger seu dinheiro da inflação.

Sabe por quê? Os fundos previdenciários costumam ter juros maiores que a inflação, por isso, o seu dinheiro não perde valor de compra ao longo do tempo. Ao contrário do que acontece na poupança. 

Se você junta dinheiro na poupança, a inflação “engole” todo o seu poder de compra e, no final das contas, seu dinheiro desvaloriza com o passar do tempo.

Mas tudo vai depender do fundo escolhido. Há diversos fundos previdenciários que você pode investir, mas antes de escolher a opção ideal, é fundamental verificar os rendimentos e fazer projeções para saber se essa escolha será boa para o seu futuro, considerando também o cenário econômico.

E não para por aí, a previdência privada é um investimento muito vantajoso em diversos aspectos. É por isso que tantas pessoas estão investindo nos fundos previdenciários. Para se ter ideia, a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi) registrou um aumento de 11,2% nos aportes realizados em previdência privada em 2021. 

Veja a seguir algumas das vantagens em investir em previdência privada:

Sem come-cotas

Uma dessas vantagens é que a previdência privada não tem come-cotas, aquele imposto conhecido por quem investe em fundos de investimento tradicionais. Ele é cobrado semestralmente sobre os rendimentos, o que pode fazer uma grande diferença para o valor investido.

Portanto, ao investir em previdência privada, você não tem que se preocupar com o come-cotas, pois esse imposto não é cobrado nos fundos previdenciários.

Leia também: Quanto devo guardar do meu salário para começar a investir

Dedução do imposto de renda

Outra vantagem dos planos previdenciários é a dedução do imposto de renda. Com esse investimento, você pode deduzir até 12% da renda ao optar pelo plano PGBL, como já explicamos. Pode ser uma ótima forma de deduzir a sua renda tributável anual, caso você faça a declaração do IR no modelo completo. E ainda pode ampliar seus investimentos, mantendo mais dinheiro investido.

Sucessão patrimonial facilitada

Algo bem interessante sobre a previdência privada é que os fundos previdenciários não entram no espólio, por isso, a sucessão patrimonial é facilitada. O investidor só precisa cadastrar seus beneficiários em seu plano previdenciário para que eles possam receber o benefício, caso ele venha a falecer. 

Sendo assim, os planos de previdência privada facilitam a sucessão patrimonial e eliminam a necessidade de inventário para que os beneficiários possam receber o rendimento.

Gestão especializada

Na previdência privada, o investidor não precisa ser especialista em mercado financeiro para ter bons rendimentos. Esse investimento conta com gestão especializada, que é responsável por gerir todo o capital do fundo e alocar nos ativos mais rentáveis, de acordo com o perfil do investidor.

Portabilidade facilitada

E para finalizar, esse investimento também possui portabilidade facilitada. Isso significa que o investidor pode transferir o seu investimento de forma facilitada para outra empresa, caso encontre uma opção mais vantajosa.  

Conte com a Saks para investir em previdência privada!

Depois de conhecer todas as vantagens desse investimento e como você pode se proteger da inflação com a previdência privada, é hora de dar o primeiro passo e começar a investir. 

Para investir em previdência privada, conte com a Saks e nossas soluções de investimento. Através do App Saks, que pode ser baixado no Google Play Store e na Apple Store, você pode contratar o plano de previdência privada mais adequado para você.

Você pode investir com o cartão de crédito e Pix. Ao escolher o cartão de crédito, você seleciona o valor e a data de lançamento e todos os meses o investimento será feito automaticamente. 

Com o Pix, é bem parecido. Basta escolher a opção correspondente, o valor e a data e, todos os meses, uma chave pix será enviada para você automaticamente.

Veja o passo a passo:

Como investir via cartão de crédito? Tudo que você precisa saber

Previdência privada no Pix: ajude você lá na frenteE se tiver dúvidas, você pode conversar com a nossa equipe através do nosso chat ou dos nossos canais de atendimento, como redes sociais, e-mail e telefone.

Se você gostou desse artigo, vale a pena ler:

Invista no seu futuro:
assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo

Continue lendo

Dicas de educação financeira para seu dinheiro render

Sempre é tempo de aprender a lidar com as finanças e descobrir os melhores caminhos para organizar a sua vida financeira e colocar o seu dinheiro para trabalhar em prol da realização dos seus sonhos. Saiba mais sobre educação financeira.

Escanei o QR Code

Assine nossa Newsletter

Complete os campos abaixo para baixar nosso App